Nasceu a 26 de Outubro de 1984 na Marinha Grande. Compositor emergente com uma forte identidade e uma invulgar capacidade de trabalho. Depois de concluir um curso de produção, André Barros rumou à Islândia para trabalhar no estúdio Sundlaugin, fundado pelos Sigur Rós. Mas respirar a mesma atmosfera que este projecto que tanto admira não o impediu de descobrir o seu próprio estilo como compositor e pianista. O CD “Circustances”, lançado em finais de 2013 pela Omnichord Records, mereceu elogios da imprensa especializada e apresentou no panorama nacional a sua visão musical, nostálgica, profundamente poética, tranquila e mágica. Uma visão apoiada em melodias fundas que evocam memórias mais ou menos difusas. Essa capacidade que a sua música tem de evocar imagens levou a que vários convites fossem dirigidos a André Barros. A sua banda sonora para a curta metragem "Our Father" da norte-americana Linda Palmer, com Michael Gross no papel principal é um dos resultados desse gosto pelo grande ecrã. E foi com este filme que venceu o prémio para melhor banda sonora no certame Los Angeles Independent Film Festival Awards, atribuído no início de 2015. Já em Maio deste ano foi editou o CD “Soundtracks Vol. I” pela Omnichord Records com distribuição da Sony Music.

Continuar...

Artur Franco, nasceu em Leiria em 1950. Revelando desde muito novo uma excepcional predisposição para desenho e pintura. É já um nome conhecido e reconhecido no mundo das artes plásticas. Naturalista figurativo, tem desempenhado um papel muito importante no registo pictórico das nossas aldeias, cidades e gentes. Ora pintando a óleo sobre tela, ora discorrendo o seu sentir num total domínio da aguarela. Dedica-se também à arte do retrato, vendo para além da epiderme do seu modelo a expressão dos seus sentidos e o que lhe vai na alma, fixando na tela a espiritualidade das formas e a poesia da cor. Com muitas exposições individuais e colectivas de norte a sul do país, e, algumas no estrangeiro incluindo, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Bélgica. As suas obras encontram-se em museus, empresas, locais públicos e 

muitas colecções particulares.

Continuar...

Paulo Assim, que é o pseudónimo de Paulo Carreira, nasceu em 1965. Em poesia tem participações nas I, II e III Antologia de Poetas Lusófonos, das Edições Folheto de Leiria; em prosa tem publicado o romance "A Quinta-feira dos Pássaros", com o qual ganhou os prémios Paul Harris 2005 e Gaspar Fructuoso 2009. "Celulose" é nome do seu primeiro livro de poesia e Prémio Nacional de Poesia da Vila de Fânzeres de 2010, seguindo-se “Mão sobre os olhos”, também Prémio Nacional de Poesia da Vila de Fânzeres de 2011. Recebe o Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama 2011, com o livro "Retrato a Sépia". Em 2012 ganhou ainda o Prémio Literário Horácio Bento Gouveia, com o conto "A Aviaras". Também de poesia o livro "Póvoa de Varzim ou o Paraíso Aqui", que foi premiado na Póvoa de Varzim nas Correntes d’Escritas 2013. Ainda o Prémio Literário Manuel Maria Barbosa du Bocage 2013, poesia. Prémio de Poesia Raul de Carvalho 2013. Prémio de Poesia Soledade Summavielle 2014, com o livro «Árvore Genealógica».

Continuar...

Inês Bernardo nasceu em 1988 e é natural da vila de Maceira no distrito de Leiria. Os primeiros passos na música foram dados muito cedo, com apenas 15 anos estreou-se em televisão no campeonato nacional de karaoke, obtendo um promissor segundo lugar entre cerca de duzentos intérpretes amadores de todo o país. Teve aulas de canto com o professor Rui de Matos aclamado professor de canto da Operação Triunfo. A sua voz é firme e tem um timbre único. Integrou várias bandas de diversos estilos musicais como o Pop/Rock, o Soul, os Blues e também o Fado.  Foi finalista do Festival RTP da Canção 2011 com o tema “Deixa o meu lugar”, tendo sido de entre as doze finalistas a segunda mais votada pelo júri nacional composto por músicos de reconhecido valor. Actualmente faz parte da banda de música popular portuguesa "Catraia". Formação composta por Inês Bernardo na voz; Ricardo Silva na Guitarra Portuguesa; Rui Amado na Guitarra Clássica; Adelino Oliveira no Contrabaixo e João Maneta nas Percussões. E como artista convidado Paulo Bernardino nos Clarinetes. No final de 2014 lançaram o primeiro CD intitulado "Catraia".

Continuar...

Nasceu em 1983. Licenciada em Ciências da Comunicação e da Cultura, trabalhou em produção e comunicação cultural. Membro da Metamorfose (Associação cultural de Leiria). Viveu entre o meio fotográfico (o avô, pai e tio eram fotógrafos profissionais e reputados em Leiria). Só no final da sua adolescência emergiu esse seu gosto, que fortaleceu com um Curso de Fotografia Digital tirado em 2012. Até ao momento o seu trabalho de maior fôlego surgiu em 2014 em parceria com o poeta Paulo Costa, que culminou com a edição de um livro (Editora "Textiverso") intilulado "Vizinhança de olhares" e que tem alcançado algum sucesso. Actualmente é colaboradora da "Arquivo".

Continuar...

Nasceu a 4 de Maio de 1951 em Leiria. É licenciado em História (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra), tem um mestrado em Estudos Euro-asiáticos/História (Universidade de Macau) e é doutorado em Ciência Política, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Pós graduação em Ciências Documentais/Arquivo e desempenhou desde 1994 até 2010 as funções de director do Arquivo Distrital de Leiria. A nível profissional foi também técnico superior de BAD na Escola Superior de Educação de Leiria, professor do ensino secundário e do ensino superior e técnico superior no Arquivo Histórico de Macau entre 1990-1993. Foi ainda funcionário da Direcção Distrital de Finanças de Leiria e vereador na Câmara Municipal de Leiria entre 1998-2001. Actualmente é presidente do Orfeão de Leiria. Lançou em Maio deste ano, através da Editora “Textiverso” o livro chamado “Elites Políticas de Leiria: 1910-2000”, que é também a sua Tese de Doutoramento em Ciência Política/Elites e Pensamento Político.

Continuar...

Nasceu em Lisboa em 1957. Formou-se em Design Industrial na Escola Superior de Arte e Design - Caldas da Rainha. Deu aulas de Trabalhos Oficinais (entre outras disciplinas), na Escola Secundária Afonso Lopes Vieira. Participou em diversas exposições de Artes Plásticas. É membro do grupo artístico que se promove através de um blogue chamado “Urban Sketchers” de Portugal, onde tem vários trabalhos publicados.

Continuar...

Nasceu em Leiria no ano de 1977 e integrou vários projectos musicais, mantendo ao mesmo tempo actuações paralelas como cantautor. Em 2014 editou o seu álbum de estreia a solo intitulado “Lua de luto”. À sua voz forte, grave, original e por vezes gutural, junta-se uma opcção teatral que se traduz numa maior consistência dramática durante os seus concertos. Uma “opcção sincera” como ele afirma. Os seus temas abordam o lado negro humano, o sarcasmo e a comédia trágica; às vezes de uma maneira subtil outras de forma directa. Integrou os seguintes projectos: PADREDIABO – 1994; Assacínicos -  2003; Akhmatova 77 - 2008; Beijo Negro – 2008; Vanda – 2010; Brainderstorm – 2011; Bordel Ravel - 2014

Continuar...

Nasceu na freguesia de Cortes em Janeiro de 1958. Licenciou-se em Ciências Históricas pela Universidade Lusíada. Atingiu o grau de mestre em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Ao longo da sua carreira foi professor do ensino secundário nos seguintes antigos liceus: Jaime Moniz no Funchal, Pedro Nunes e Maria Amália Vaz de Carvalho em Lisboa. Ainda no liceu Rodrigues Lobo em Leiria e finalmente na Escola Secundária de Porto de Mós. No campo literário tem um livro intitulado “Cultura rural – A história no presente”, publicado em 2002 pela “Editorial Diferença”.

Continuar...

Nasceu em Leiria a 11 de Agosto de 1976. Exerce consulta psicológica com crianças e adolescentes. É assistente de Psicologia Clínica no Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar de Leiria. No campo literário é co-autor com Susana Heleno e Carla Pinhal no livro “Juntos no Desafio – Guia para a Promoção de Competências Parentais”. Publicou em 2011, o livro de poemas “Sopro da voz”. Em 2013 o livro infantil “O menino que acordava as estrelas”. Finalmente no ano de 2014, publicou em parceria com a fotógrafa Sara Fabião “Vizinhança de olhares”, todos publicados pela editora “Textiverso”. Em 2013 ganhou o 1º e 2º prémios dos jogos florais Miguel Torga de Leiria.

Continuar...
capaJulho.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

fONTES2017.jpg

Agenda de eventos

September 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
manetaWEB.jpg