Seroes

Com S. Martinho à vista, decorreu no dia 8 de Novembro mais um Serão Literário das Cortes, de novo na biblioteca da Casa-Museu João Soares. Como indicámos oportunamente, o tema em apreço foi “Redescobrindo Aquilino Ribeiro”, o tal de quem se vem falando por cá ultimamente por ter escrito um romance sobre o Pedrógão, A batalha sem fim, publicado nos idos de 1932.
Antes, porém, um dos presentes, Carlos Pires, falou da sua participação, em finais de Outubro, num colóquio em Castelo Branco de homenagem ao poeta António Salvado. Nesse colóquio foi apresentado um livro com o título “O caminho se faz por entre a vida...”, com uma boa quantidade de poemas de outros autores de homenagem ao poeta e também com poemas seus. Entre esses autores contam-se alguns que passaram pelos Serões das Cortes, designadamente o próprio Carlos Pires, mas também João Rui de Sousa e José Carlos González.

Um outro livro ali apresentado, “Um extenso continente”, insere igualmente outro poema de Carlos Pires. «Já nem me lembrava deles» – referiu o poeta.

Um outro presente, Paulo Costa, deu nota da prevista apresentação, a 22 de Novembro, em Porto de Mós, de um novo livro de Paulo Assim, um autor da Batalha que já foi vencedor de um Prémio Rodrigues Cordeiro, nas Cortes. Dele falaremos proximamente.

Quanto ao tema da noite, ele foi tratado em especial por António Nunes, ele próprio mentor de um blogue com o título do Serão, “Redescobrindo Aquilino Ribeiro”. Traçou o perfil do autor e fez vários comentários sobre a sua obra. Uma vez mais se sublinhou o aspecto linguístico de Aquilino, com uma carga significativa de regionalismos, que, em certa medida, alegadamente dificultam a compreensão de alguns textos seus. Não faltaram também referências ao seu romance sobre o Pedrógão e região de Leiria, nem mesmo ao seu carácter truculento de lutador político em relação ao poder que o perseguiu com afinco. A sua abordagem literária, face à prepotência do poder, mantém toda a sua actualidade. O Serão terminou em tom de música com uma intervenção de Paulo Costa à viola e com o tema “Relógio de areia”.


capa_nov.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

December 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
electrocortesWEB.jpg