leiriademocracia

 

Em sessão que decorreu, a 1 de Julho último, na Biblioteca José Saramago, no IPL, em Leiria, foi lançado o livro “Leiria e a Democracia – 40 anos. Testemunhos”, com a colaboração de cerca de 90 pessoas e a coordenação de Laura Esperança. É um livro de 520 páginas, da Editora Âncora, de Lisboa. A apresentação esteve a cargo do Dr. Feliciano Barreiras Duarte e do Prof. Marcelo Rebelo de Sousa.

Trata-se de um livro que, de uma forma muito diversificada e em perspectivas muito variadas, analisa, aqui e ali, com incidência sectorial, o modo como a região alargada de Leiria evoluiu nos último 40 anos. Há textos longos, que descem ao pormenor, e textos mais breves que traçam apenas linhas gerais. Uns historiam, outros registam, este opina, aquele testemunha... mas todos acabam por fazer a sua leitura do que foram os 40 anos que decorreram desde o 25 de Abril de 1974.

O livro “abre” com uma breve visão de “Leiria na história do parlamentarismo português”, de Saul Gomes, e insere listas importantes como a dos Deputados à Assembleia da República eleitos pelo Círculo Eleitoral de Leiria desde a Constituinte às Eleições Legislativas de 2011. Ou os resultados das Eleições Locais por concelho do Distrito de Leiria desde 1976 a 2013. E ainda os resultados das Eleições Locais de 2013 por Freguesias do Distrito de Leiria.

Uma nota especial para alguns textos mais longos e específicos, como o de Joaquim Santos com o levantamento “Leiria em 40 anos – Alguns aspectos de quatro décadas de democracia”; também Adélio Amaro intervém com outro levantamento, este sobre a imprensa no Distrito de Leiria; um terceiro levantamento é feito por Carlos Fernandes sobre “O panorama editorial de Leiria nos últimos 40 anos”. De referir ainda “Os cravos e as outras flores”, de Laura Esperança; as “Experiências de uma aluna universitária em Abril de 1974”, de Alda Mourão; “Os 40 anos após o 25 de Abril de 1974”, de Arlindo de Carvalho; “O ano de 1974 – Os novos horizontes de 25 de Abril”, do Com. da GNR José Luís Lomelino; e “Ação cultural com jovens – Uma experiência com FAOJ após o 25 de Abril de 1974”, de Anacleto Vieira Marques (de Famalicão, Cortes).

O livro voltou a ser apresentado no dia 22 de Julho, desta vez em Lisboa, na Biblioteca da Assembleia da República, pelo antigo Presidente da Assembleia da República João Bosco Mota Amaral e pelo Deputado Pedro Pimpão. 


capaJulho.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

fONTES2017.jpg

Agenda de eventos

August 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
agenciafunerariaWEB.jpg