Os Serões Lietrários das Cortes, a tertúlia "mais perdurável da região", já faz 18 anos!

O dia 13 de Maio de 2017 não foi só o da visita do Papa Francisco à Cova da Iria ou o da vitória de Salvador Sobral na Eurovisão, na Ucrânia. Ele marcou também o 18.º aniversário dos Serões Literários das Cortes, uma tertúlia que, seguramente, será das mais perduráveis da região.

Como habitualmente, viram-se livros ultimamente editados e referiram-se os eventos culturais mais marcantes das redondezas. Depois, projectaram-se algumas das primeiras notícias e fotografias dos Serões, de meados de 1999 em diante, publicadas neste jornal, o que permitiu evocar outros locais onde se realizaram os Serões ao longo do tempo (sobretudo restaurantes das Cortes, mas também foram das Cortes, como São Pedro de Moel, Leiria, Batalha e Castanheira de Pera) e outras pessoas que frequentaram a tertúlia, muitas delas vindas de longe (Lisboa, Setúbal, Tomar, Entroncamento, Covilhã, Guimarães, Porto...), sem entrarmos no elenco de temas tratados ao longo de... 216 sessões.
Várias pessoas glosaram o tema da noite, que era apenas “Serões”. António Nunes, por exemplo, leu parte de uma crónica sua, publicada na “Diário de Leiria”, em que disserta sobre os Serões Literários, referindo que «assim se designam, de facto, mas a qualidade de literato e de renome não é condição sine qua non para se poder partilhar com os presentes o que nos vai na alma e a forma como se interpretam as várias perspetivas por que podemos encarar determinados aspetos da nossa vida e não só dos aspetos literários propriamente ditos».

Também a esposa, Zaida Paiva Nunes, se manifestou, explicando que tentou obter elementos para se pronunciar, parece que sem êxito: «Por mais que tentasse abordar o tema “serões” foi em vão./ Pensei e pensei. Nada!/ Passei serões inteiros agarrada aos livros tentando saber algo de interesse acerca de serões. Nada!/ Serões inteiros em frente do computador na esperança que na net pudesse estar a chave de tão espinhoso assunto. Nada!/ Serões em que me deixei adormecer esperançada em sonhos com serões.

Ou mesmo pesadelos. Nada!/ Li novamente os “Serões na Província”, de Júlio Dinis. Tentei algo idêntico./ Desisti. Seria plágio./ Comecei com os “Serões de Aldeia” de João de Lemos. Desisti. Fui rever alguma da sua poesia. Reli “A Lua de Londres”. E quedei-me a olhar para ela, a Lua, na esperança que me ajudasse com o “serões”. Nem ela!.../ Serões…/ Mas afinal porquê tanta procura?/ Muitas palavras para quê?/ Apenas quatro:/ SERÕES LITERÁRIOS DAS CORTES. /Estamos cá, todos os meses. Juntos. A ouvirmo-nos, a vermo-nos. A trocar ideias, saberes. A viver “Serões”.» Sem dúvida: trocar ideias, saberes. Livremente, sem academismos ou regulamentos.
Luís Vieira da Mota leu o seu habitual salmo de aniversário seroício. E Fernando Brites, abrindo uma garrafa de champanhe, com que todos brindaram, brindou os presentes com o inspirado poema que vai aqui nesta página e que rematou este Serão Memorário das Cortes.

 

Serões


Ergamos as nossa taças
aos inúmeros amigos,
que os serões glorificaram,
e em ondas avassaladoras
de cultura, escreveram
novas páginas da História;
e também àqueles outros,
que partiram e nos legaram
alegrias e conhecimento,
recordemos com nostalgia,
na poeira da lembrança,
o quanto nos enriqueceram;
brindemos pois aos sábados
segundos de cada mês,
ansiosos pelo regresso
à tertúlia, que nos enche
a alma de cândido conforto,
sedentos da novidade
que cada um de nós tem,
para oferecer e partilhar;
Celebremos os Serões
e a vida plena, a beleza
e a vontade, a doce música
e a alegria, o enlevo, a poesia
e a esperança que os Serões
Literários se eternizem.
Ergamos as nossas taças.


Fernando Brites


21314802_1563076773731693_8977758524397739074_n.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

November 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
geometriadomovelweb.jpg