Vinte e seis jangadas animaram o Lis durante a tarde quente de domingo, dia 4 de Setembro, e “meteram milhares de pessoas a olhar para o rio”, sob o mote “Media – Meios de Comunicação”.

A 12.ª edição da Regata de Jangadas, iniciativa bianual organizada pelo Centro Popular de Cultura e Recreio das Cortes (CPCRC), fica marcada pelo aumento de jangadas, relativamente à edição anterior, pelo investimento nos primeiros prémios monetários e pela envolvência das entidades privadas, bem como dos cortesenses que se empenharam na limpeza do rio.
“Correu bem, excedeu as expectativas e quem esteve envolvido na organização deve sentir-se satisfeito com o resultado”, defende o presidente do CPCRC, Luís Neto.

 

 

Classificações

“Desde o início dos tempos” é a jangada vencedora da 12.ª Regata de Jangadas das Cortes. A equipa, composta por quatro elementos cortesenses, conquistou o primeiro prémio ao retratar o tema “Media – Meios de Comunicação”, com a evolução da comunicação ao longo dos tempos, através de sinais de fumo, do correio, do telefone, do computador e das redes sociais. Para casa levaram um troféu e oitocentos euros, oferecidos pelas “Águas do Centro Litoral”. Em segundo lugar, conquistando um troféu e quatrocentos euros, oferecidos em conjunto pela Junta de Freguesia e pela organização, ficou a jangada “Correios fluviais”, que fizeram flutuar um posto de correios, um balcão de atendimento e ainda uma bicicleta. No terceiro lugar do pódio, para um troféu e duzentos euros, oferecidos pelo restaurante “O Maneta”, ficou a jangada “Cool FM”, representando o estúdio de uma rádio. Houve prémios até à oitava jangada e ainda um prémio de participação para as restantes. 

 


 Leia esta notícia completa na edição em papel do JORNAL DAS CORTES n.º347, de Outubro de 2016.

 


 


capafev.jpg

Agenda de eventos

February 2018
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Fevereiro:

- Associação de Caçadores: “a tendência é para isto acabar”

- Chove dentro da antiga adega cooperativa das Cortes

- Catarina Vieira é a Jovem enóloga do ano 2017

- Um ano depois da morte de Mário Soares

- Maria Júlia e Ermelinda Adro são as novas estrelas da TV a cozinhar para o país

- Refugiados da 2.ª Guerra Mundial nas Caldas da Rainha (1940-1946)

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

manetaWEB.jpg