Alusivo ao tema “VAMOS CUIDAR DO PLANETA”, que estamos a explorar neste ano letivo, visitámos a valorlis, onde pudemos perceber o percurso dos materiais recicláveis, a sua valorização e a proteção do ambiente.
Visitámos também o moinho do papel, onde conhecemos a sua história, participámos na oficina “Como nasce o papel” e fizemos papel reciclado. Esta atividade ajudou-nos a perceber como podemos valorizar o papel e catão usado e a sua transformação ao fazer o papel reciclado.

As crianças relataram as visitas:
«Fomos de autocarro com os meninos do Jardim de Infância da Reixida visitar a Valorlis.
Vimos a separar o lixo. Separavam sacos de plástico para um cesto, garrafas para o outro, pacotes do leite e do sumo para o outro.
As garrafas iam por um tapete rolante, entravam numa máquina que apertava e atava a fazer fardos. Vimos o empilhador a pôr os fardos no camião para levar para a fábrica.
Vimos uma máquina a pôr o papel e o catão num buraco, que levava para um tapete rolante para fazer molhos de papel.
Vimos um monte de vidro e um alpendre com máquinas velhas e colchões para reciclar.
Vimos o aterro onde os camiões despejavam o lixo dos contentores (o que não se recicla, por exemplo os restos de comida), e depois enterravam com terra.
Vimos um buraco (aterro novo) que tinha um plástico a forrar, para a água do lixo não ir para dentro da terra sujar a água limpa.
Quando o aterro está cheio e muito alto, tapam o lixo com um plástico, poem terra por cima e semeiam relva; o lixo fica por baixo e depois pode-se fazer um jardim por cima.»
«Fomos conhecer os moinhos de água que fazem farinha e papel, em Leiria.
Aprendemos que, o rei D. João I mandou fazer a casa para o moinho dos cereais, à beira do rio no ano 1411. Mais tarde mandou fazer uma mó para fazer papel com tecidos /trapos/roupa velha, que foi a 1º fábrica de papel de Portugal.
Vimos o moinho a fazer farinha, eram duas pedras, mós, que esmagavam o milho, o centeio e o trigo; vimos a água do rio lis que empurrava uma roda que girava e fazia rodar as mós. Vimos a água a passar pela porta, uma roda não se mexia porque não estava a água a passar nela. Vimos a farinha, o milho, o trigo, o centeio e a moleira Sandra.
Vimos a roda grande de moer os trapos de tecidos a girar. Quando começaram a fazer papel foi com tecidops velhos, , as rodas grndes de pedra esmagavam a roupa velha, juntava-se água e depois fazia-se o papel.
Nós fizemos papel reciclado com jornais velhos, rasgámos, misturámos água e triturámos até fazer uma papa de papel. Com uma rede escorremos a água e fizemos uma folha de papel que ficou a secar no estendal.»

JI das Cortes

ji cortes leiria

No âmbito do projeto curricular de grupo/turma, “o Ambiente”, o Jardim de infância da Reixida visitou a Valorlis. As crianças tiveram a oportunidade de conhecer as instalações onde se faz a recolha e separação do lixo, com vista à reciclagem. Para além de visitarem os pavilhões onde se faz a separação do lixo proveniente dos diferentes ecopontos, também visitaram o aterro onde é depositado todo o lixo que não é possível reciclar. Foi uma atividade muito vivenciada pelas crianças, que com a sua natural curiosidade acompanharam todas as fazes do processo e interagiram de acordo com os seus conhecimentos.
No Jardim de Infância, foi dada continuidade à realização de atividades, com grande interesse e entusiamo por parte das crianças.

JI da Reixida

ji reixida leiria


capa_abril.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Reixida_bicicletas.jpg

Agenda de eventos

May 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mobilWEB.jpg