Os dias são já mais curtos, embora as horas sejam as mesmas; o ambiente que se respira pelo ar, apesar do calor e do Verão que entrou neste Outono adentro, é de recolhimento, aconchego e uma certa intimidade envergonhada. Ingredientes mais que apetecidos por quem quer sentir o calor da fogueira e ouvir o crepitar da lenha na lareira. Temos agora a oportunidade de parar, de nos olharmos nos olhos, de nos ouvirmos e assim sentirmos o calor de quem está ao nosso lado.
Estes sentimentos não são apenas a expressão edílica de um sonho ou de um desejo; não pretendem ser apenas um sonho e uma utopia. São a verdade que, efetivamente, vamos perdendo mas que marcou o quotidiano dos nossos antepassados. Precisamente aqueles que neste mês lembramos e cuja memória homenageamos de forma singular.
O desafio está, pois, lançado. Aproveitemos as tardes mais escuras, o frio das casas e do tempo, para nos recolhermos mais com aqueles a quem amamos. E, por que não em família tirar um sarau para um convívio íntimo e diferente à volta de um jogo qualquer que avive o passado e anime o futuro? Ou então, por que não uma releitura das fábulas ou contos que no passado tanto nos entusiasmavam e que afinal estiveram na base da construção de tantas personalidades? Trata-se de valores que são nossos e que agora corremos o risco de perder.
Não sejamos indiferentes à loucura do consumismo que fala de Natal quando ainda é Setembro e que inventa carnavais de Inverno só para nos manter distraídos, algo adormecidos até. Corremos o risco de passar pela vida sem a viver e sem nos darmos conta de que afinal eramos nós os protagonistas. O apelo às tradições dos nossos pais è um desafio que não pode ser ignorado sem mais.
A nossa comunidade terá uma proposta que, apesar do tempo e do aparente anacronismo, é mais que nunca aliciante e inovadora: a festa das colheitas. Com tanto para aprender e para dar, não tapemos os olhos.


29792767_1768087753230593_4511477263111290880_n.jpg

Agenda de eventos

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Abril:

- Terrenos estão a ser limpos

- Serões literários ou a literatura

- Semana de leitura na Casa-Museu

- "As aventuras de Leo e a Pura Energia"

- "Uma história da Imprensa de Leiria

- Interclubes a caminho da final

- Grota atrai turistas

 

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

mobilWEB.jpg