tetoigreja

Junho e Julho a nossa comunidade foi surpreendida com a queda de parte de um dos quadros do teto da nossa igreja das Cortes.

Trata-se de uma das belezas e singularidades da nossa igreja. São cerca de 54 quadros evocativos da ladainha de Nossa Senhora. Estes quadros substituíram uma anterior construção que consistia nos mesmos quadros mas construídos em tela. Os atuais quadros foram construídos em gesso. A construção é rudimentar: a suportar o peso estão alguns tabiques, nos quais estão pregadas muitas ripas finas, quase como uma rede, sobre as quais era colocada a argamassa e o gesso.

As humidades, o tempo e a falta de tratamento das madeiras, fizeram com que a degradação fosse tomando conta desta construção. O peso de cada um dos quadros é enorme (a espessura de gesso é considerável) e sem suporte rijo a queda é inevitável. Foi o que aconteceu num primeiro quadro, felizmente na zona do coro (que habitualmente não é ocupado). Num destes dias, um sábado à tarde, demo-nos conta de que uma parte do referido quadro tinha cedido.

Chamados alguns entendidos sobre o assunto, parece ser possível a recuperação do quadro que cedeu, mas teme-se o estado de todo o teto. Para tirar as dúvidas será necessário um estudo geral, que implicará elevados custos e muita perícia. A Comissão de Arte Património da Diocese está a par da situação e está também preocupada com o assunto. 


capafev.jpg

Agenda de eventos

February 2018
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Fevereiro:

- Associação de Caçadores: “a tendência é para isto acabar”

- Chove dentro da antiga adega cooperativa das Cortes

- Catarina Vieira é a Jovem enóloga do ano 2017

- Um ano depois da morte de Mário Soares

- Maria Júlia e Ermelinda Adro são as novas estrelas da TV a cozinhar para o país

- Refugiados da 2.ª Guerra Mundial nas Caldas da Rainha (1940-1946)

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

mobilWEB.jpg