Novembro ainda acorda com muita agitação e animação nas ruas das Cortes.

«Óh tia dá bolinho?» continua a ser uma tradição forte na freguesia, que nem o fim do feriado ou a chuva conseguem abalar.

Este ano a grande afluência de crianças nas ruas voltou a ser comentada pelos populares. Os mais velhos aplaudem a perpetuação desta tradição, muitos ainda apetrecham as casas e arranjam os habituais cestos com ofertas e várias são as crianças que tomam a iniciativa de pedir aos pais para ir ao bolinho. As crianças juntam-se em grupo ou saem de casa com os mais velhos e percorrem os lugares com uma sacola na mão a pedir o chamado “pão por Deus”. Em troca de bons gritos abrem-se as portas e enchem-se os sacos com chocolates, bolinhos, dinheiro ou ofertas mais tradicionais como tremoços e nozes. 

 

Filarmónica também já faz parte da tradição 

WEB bolinho

Nos últimos anos a direcção e músicos da Sociedade Artística e Musical Cortesense têm participado nesta tradição. Este ano foi na Reixida que andaram a tocar pelas ruas e a pedir bolinho, como forma de angariar fundos, animando o lugar e também as crianças.


Leia esta notícia completa na edição em papel do JORNAL DAS CORTES n.º336, de Novembro de 2015.

Espreite as fotografias deste evento AQUI.

 


Sem imagens

Agenda de eventos

June 2019
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

mobilWEB.jpg