As Cortes sempre foram reconhecidas pela sua atividade cultural. Uma identidade que lhe é própria e que a torna única na sua região. Uma aldeia com uma forte personalidade cultural, rica e reconhecida.

Perde-se no tempo a sua ligação a pessoas que foram referência no plano cultural não só local como no nosso país.

O esquecimento e o esvaziamento das raízes que trouxeram à nossa terra um reconhecimento quase nacional parecem estar a aumentar.

O “Rally Rota das Vinhas” parece ter morrido na 11ª edição. Este que foi durante muitos anos uma referência que fazia deslocar pessoas de longe para participar nele, esfumou-se.

Das festas religiosas, que foram sempre um momento de reunião de pessoas que por motivos de trabalho ou de opção de vida deixaram as suas referências maternas, parecem estarem reduzidas às festas das Cortes, de Famalicão e da Reixida, caindo no esquecimento todas as outras e entre elas, as festas das Fontes, Amoreira e da Sr.ª do Monte.

As nossas associações, que nos últimos anos têm sido o motor de atividades culturais e desportivas de grande relevância, vivem momentos de angústia, sempre com grandes dificuldades na renovação das direções e a “guilhotina” do encerramento devido à dificuldade em fazer face aos custos de funcionamento.

A nossa resignação acomodativa sobre este património cultural, que tantos dos nossos fizeram crescer até hoje, deixando a alguns solitários a responsabilidade hercúlea de a manterem, não é nem está na génese dos povos das Cortes.

Os desafios são enormes. Mas temos uma juventude que, se incentivada, é capaz de dar uma nova dinâmica e tirar-nos do adormecimento em que caímos, porque talvez não soubemos, com base no passado, criarmos um futuro melhor.

Talvez seja chegado o momento, à semelhança do que se fez no final dos anos 90, de se convocaram as “II jornadas - olhar o futuro com a juventude”, onde a primeira condição é a vontade de todos se reunirem à volta de um “elo” dinamizador para fazer acontecer. Resta-nos a esperança em todos os jovens que têm conseguido realizar a festa em honra de S. Sebastião, para que sejam exemplo da força capaz de assumir as tradições das Cortes e a dinamização dos seus centros culturais.


21314802_1563076773731693_8977758524397739074_n.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

October 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
geometriadomovelweb.jpg