Seria de bom-tom começar esta crónica pela selfie do Durão Barroso. Não uma selfie realmente selfie, uma vez que não tem imagem. É, contudo, uma verdadeira selfie, conquanto apenas áudio. A versão vídeo tê-la-á deixado ao critério de cada um.

Continuar...

Os últimos 300 anos foram marcados por uma crescente laicização da vida social, ao que se juntou uma crescente afirmação do ateísmo. Ou seja, a conquista da liberdade fez-se não tanto pela afirmação dos valores e alicerces da vida quanto pela negação de outros valores e outras propostas de vida.

Continuar...

A chegada do verão e das férias, traz também o regresso dos emigrantes, amigos e familiares que aproveitam este tempo mais quente para disfrutar de temperaturas amenas na zona costeira. São sempre bem-vindos e, verdade seja dita, dão mais alegria e jovialidade aos dias de maior canícula.

Continuar...

Por vezes somos rápidos a julgar ou a tomar uma decisão sem conhecermos ou sem estarmos em posse de todas as informações.
Um político que já ocupou a presidência de uma das Câmaras mais importantes do nosso país, num programa de televisão, dizia que já não sabia se a opinião que tinha sobre determinado caso era a sua, formada em informações corretas, ou se era uma outra, formada pelos diversos fazedores de opinião da nossa praça.

Continuar...

No Verão, a freguesia das Cortes transforma-se num verdadeiro polo aquático para miúdos e graúdos.
O chamamento do rio é incontornável, e é impossível resistir. Quer se queira, quer não, acabamos num dia de calor por dar um mergulho.

Continuar...

Um exemplo importante, que bem merece ser conhecido, vem-nos da Dinamarca. Todos nós vamos sabendo um pouco sobre o respeito que os  povos dos países do norte da Europa têm pela ecologia e sobre o seu modo de viver mais simples, mais ao ar livre, numa forma de vida mais saudável, apesar de a Dinamarca ser um país bem mais frio que o nosso.

Continuar...

Numa inspiração iluminista, que lhe é muito característica, a responsável máxima do F.M.I. sugeriu que Portugal devia cortar mais nos salários e pensões. Uma opinião, como seria de esperar, compartilhada também pelos técnicos da “troika,” durante a sua avaliação periódica feita no passado mês de Junho.

Continuar...

Em minha casa reina uma espécie de tradição. Todos os sábados, a minha mãe e a minha prima vão beber café às Cortes. Como é óbvio não referirei o local onde "cafezam", primeiro porque não estou aqui para fazer publicidade (não pago para isso… nem sequer sou pago…), segundo o Mestre Cordeiro não precisa da minha publicidade, e terceiro… porque não me apetece!

Continuar...

Julgo que a generalidade da população deste país ainda não avaliou bem a questão da privatização da TAP. A generalidade em que eu próprio me gosto de incluir. Nem é esta a privatização que nos será mais prejudicial. As que nos irão, no presente e no futuro próximo, afectar-nos mais, já aconteceram: as energias, os correios, os telefones (hoje, telecomunicações), as águas e os transportes públicos urbanos.

Continuar...

No verão, fazer fogueiras ou queimadas é um erro, é proibido e pode ter consequências incalculáveis e irremediáveis.

Muito importante também é termos o terreno em volta da nossa casa limpo.

A proibição de fumar, fazer lume, fogueiras, queimadas, queimar resíduos e lançar foguetes, nas zonas agrícolas e florestais, entrou em vigor no início do mês de Junho e vai até Setembro.

Continuar...
capa_nov.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

December 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mobilWEB.jpg