rostos_com_história

Pegou no primeiro kart quando tinha apenas seis anos. Hoje, com quinze,
Andriy Pits é campeão nacional 2015 de Portugal e Espanha, na categoria sénior.
Com mais de oitenta troféus no quarto diz ser "um jovem normal".

Há um nome que tem conquistado o mundo do Karting na Península Ibérica ao longo dos últimos anos. Abdicou da categoria de Júnior para saltar para a categoria Sénior (X30) em 2015, ano em que se consagrou Campeão Nacional, Campeão de Espanha e ainda Vencedor da Taça de Portugal. Com mais de oitenta troféus em casa é a revelação do mundo dos desportos motorizados e, a 150 Km/h, corre todas as pistas de Karting contra pessoas mais velhas e com mais experiência.

Andriy Pits tem apenas 15 anos e vive na Curvachia. Nascido a 10 de Agosto de 2000, era ainda pequeno quando os pais, Marina Cunha e Luís Cunha, trocaram a Ucrânia pela terra dos avós paternos, as Cortes.

Foi depois disso, tinha uns seis anos, que o pai o levou a um Kartódromo pela primeira vez. Um funcionário explicou-lhe as bandeiras e disse-lhe como se conduzia. No fim-de-semana seguinte já estava a fazer um pódio naquela que viria a ser a primeira de muitas provas e onde percebeu que “até tinha jeito”.

“Eu não sou o melhor do mundo, também não sou o pior, mas sei que sou bom piloto”, afirma. 2015 foi um ano excelente, em que não teve acidentes e conseguiu os melhores troféus da Península Ibérica, como foi o caso do Campeonato Nacional do país vizinho em que competiu com quase quarenta adversários.

Tirando tudo isso que já tem feito e que a maioria das pessoas não faz na vida, defende que é “um jovem normal, como todos os outros”. Tem um pai que incentiva a dedicação aos desportos motorizados e uma mãe que tem medo que sofra acidentes. Vai à escola, faz exames, joga futebol, gosta de jogos de computador e até vai a festas com os amigos. "Mas às vezes os meus amigos convidam-me para coisas e eu fico muito feliz com isso, mas quando tenho competições ou treinos não posso, porque o Karting está primeiro que tudo”, sublinha. Considera os amigos como “pequenos irmãos” que o ajudam, "são curiosos e ficam fascinados" com a vida desportiva que tem. Concluir o 12.º ano é também um objectivo que tem. Um trabalho que o Karting dificulta quando tem muitas provas, mas no qual também dá uma ajuda: "antes tinha muita dificuldade em concentrar-me na escola e agora, com o Karting, é muito mais fácil, porque nas corridas também tenho que me focar". 

 


21314802_1563076773731693_8977758524397739074_n.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

November 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
agenciafunerariaWEB.jpg