MAURICIO soz

 

Tem gosto por trabalhar e estar ocupado e há quem diga que isso é defeito de família.
Nasceu no Brasil a ouvir histórias sobre os familiares cortesenses e os milagres de Fátima.
Veio sozinho atrás do sonho de conhecer as raízes e conheceu uma enorme família que o acolheu de braços abertos.

Não gosta de estar parado, é muito dinâmico, aprecia musicais e teatro, gosta de estar na piscina, adora viajar e ocupa grande parte dos dias a fazer voluntariado. Há quase duas décadas teve um acidente de trabalho que lhe limitou os movimentos de um dos braços e que lhe dificultou a tarefa de fazer o que mais gosta: trabalhar. Antes disso tinha já conseguido subir a pulso profissionalmente, com muito trabalho e dedicação. Esteve no exército, trabalhou numa loja num centro comercial onde foi promovido antes mesmo de acabar o tempo de experiência, começou a trabalhar como inspetor de aluno numa escola privada, passou a auxiliar educacional e daí foi um pulo até começar a colaborar com uma Universidade como auxiliar de coordenadores de curso e passar a assistente da diretora da Universidade. Maurício Lopes Cordeiro nasceu a 2 de Maio de 1968, filho dos pais já falecidos, Isabel Batista Lopes Cordeiro e Manuel Lopes Cordeiro. É de Campinas, estado de São Paulo, Brasil. E o que é que liga uma pessoa que vive a mais de nove horas de voo de distância e quatro horas de diferença de fuso horário às Cortes e a este jornal? A família.


29792767_1768087753230593_4511477263111290880_n.jpg

Agenda de eventos

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Abril:

- Terrenos estão a ser limpos

- Serões literários ou a literatura

- Semana de leitura na Casa-Museu

- "As aventuras de Leo e a Pura Energia"

- "Uma história da Imprensa de Leiria

- Interclubes a caminho da final

- Grota atrai turistas

 

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

mobilWEB.jpg