MAURICIO soz

 

Tem gosto por trabalhar e estar ocupado e há quem diga que isso é defeito de família.
Nasceu no Brasil a ouvir histórias sobre os familiares cortesenses e os milagres de Fátima.
Veio sozinho atrás do sonho de conhecer as raízes e conheceu uma enorme família que o acolheu de braços abertos.

Não gosta de estar parado, é muito dinâmico, aprecia musicais e teatro, gosta de estar na piscina, adora viajar e ocupa grande parte dos dias a fazer voluntariado. Há quase duas décadas teve um acidente de trabalho que lhe limitou os movimentos de um dos braços e que lhe dificultou a tarefa de fazer o que mais gosta: trabalhar. Antes disso tinha já conseguido subir a pulso profissionalmente, com muito trabalho e dedicação. Esteve no exército, trabalhou numa loja num centro comercial onde foi promovido antes mesmo de acabar o tempo de experiência, começou a trabalhar como inspetor de aluno numa escola privada, passou a auxiliar educacional e daí foi um pulo até começar a colaborar com uma Universidade como auxiliar de coordenadores de curso e passar a assistente da diretora da Universidade. Maurício Lopes Cordeiro nasceu a 2 de Maio de 1968, filho dos pais já falecidos, Isabel Batista Lopes Cordeiro e Manuel Lopes Cordeiro. É de Campinas, estado de São Paulo, Brasil. E o que é que liga uma pessoa que vive a mais de nove horas de voo de distância e quatro horas de diferença de fuso horário às Cortes e a este jornal? A família.


21314802_1563076773731693_8977758524397739074_n.jpg

A edição em linha do Jornal das Cortes é actualizada a partir do dia 15 de cada mês.

 

Assine já o Jornal das Cortes ao clicar AQUI!

NÃO FALTE!

Sem imagens

Agenda de eventos

November 2017
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
medicortesweb.jpg