Nora das Cortes

Cuida de um dos ex-libris da freguesia, dedicou-se quase três décadas à cromagem e colecciona verdadeiras relíquias.

 

Acabou de reparar a Nora grande que existe no Moinho de Papel, em Leiria. Recuperou o que estava estragado, colocou umas penas novas, substituiu os parafusos e colocou-a a rodar novamente. “Porque gosto disto, gosto muito” é a única razão que encontra para se dedicar às Noras.

Há mais de vinte anos, quando fazia parte da Assembleia da Junta de Freguesia, ofereceu-se para devolver a Nora ao centro das Cortes que tinha sido retirada quando alargaram a ponte. “Eu disse que a podia fazer, com o Júlio Rodrigues, e assim fizemos, no lugar onde ainda está hoje, e para o efeito que ainda serve hoje: para enfeitar e levar água para o chafariz da Quinta da Cerca”, adianta. Essa foi a primeira que fez, mas depois disso já fez outras três para o mesmo lugar, a última inaugurada há um ano e pouco. É fácil encontrá-lo por lá, perto de um dos ex-libris da freguesia, com a bicicleta parada na ponte e as ferramentas espalhadas pelo chão. “Vou sempre uma ou duas vezes por semana fazer-lhe a manutenção, ver se está tudo bem, se tem alguma coisa entupida, fazer uma limpeza pequena”, admite a sorrir de forma envergonhada. Tudo de forma voluntária. “Ninguém me manda lá, eu vou porque quero, porque gosto”, justifica.

Os segredos para cuidar da Nora são poucos, pelo que diz, e resumem-se a um bom tronco de pinho verde e nunca deixar que pare para estar sempre molhada.

Gostava que um dia os netos tomassem o gosto e continuassem a cuidar da Nora da terra e diz nunca ter duvidado que esse trabalho, seja feito por quem for, vai ser continuado quando deixar de o conseguir fazer.

José António Lopes, nasceu a 5 de Junho de 1942, filho de Joaquim António Lopes, dos Mourões, e de Encarnação Luísa, de Famalicão, e irmão de Joaquim, Júlia, Anselmo, Alice e Artur. “Nascido, baptizado, crismado e casado nas Cortes”, como costuma dizer sempre.


Leia esta notícia completa na edição em papel do JORNAL DAS CORTES n.º362, de Janeiro de 2017. 


 


capafev.jpg

Agenda de eventos

February 2018
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Fevereiro:

- Associação de Caçadores: “a tendência é para isto acabar”

- Chove dentro da antiga adega cooperativa das Cortes

- Catarina Vieira é a Jovem enóloga do ano 2017

- Um ano depois da morte de Mário Soares

- Maria Júlia e Ermelinda Adro são as novas estrelas da TV a cozinhar para o país

- Refugiados da 2.ª Guerra Mundial nas Caldas da Rainha (1940-1946)

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

m_tenda.jpg