Nora das Cortes

Cuida de um dos ex-libris da freguesia, dedicou-se quase três décadas à cromagem e colecciona verdadeiras relíquias.

 

Acabou de reparar a Nora grande que existe no Moinho de Papel, em Leiria. Recuperou o que estava estragado, colocou umas penas novas, substituiu os parafusos e colocou-a a rodar novamente. “Porque gosto disto, gosto muito” é a única razão que encontra para se dedicar às Noras.

Há mais de vinte anos, quando fazia parte da Assembleia da Junta de Freguesia, ofereceu-se para devolver a Nora ao centro das Cortes que tinha sido retirada quando alargaram a ponte. “Eu disse que a podia fazer, com o Júlio Rodrigues, e assim fizemos, no lugar onde ainda está hoje, e para o efeito que ainda serve hoje: para enfeitar e levar água para o chafariz da Quinta da Cerca”, adianta. Essa foi a primeira que fez, mas depois disso já fez outras três para o mesmo lugar, a última inaugurada há um ano e pouco. É fácil encontrá-lo por lá, perto de um dos ex-libris da freguesia, com a bicicleta parada na ponte e as ferramentas espalhadas pelo chão. “Vou sempre uma ou duas vezes por semana fazer-lhe a manutenção, ver se está tudo bem, se tem alguma coisa entupida, fazer uma limpeza pequena”, admite a sorrir de forma envergonhada. Tudo de forma voluntária. “Ninguém me manda lá, eu vou porque quero, porque gosto”, justifica.

Os segredos para cuidar da Nora são poucos, pelo que diz, e resumem-se a um bom tronco de pinho verde e nunca deixar que pare para estar sempre molhada.

Gostava que um dia os netos tomassem o gosto e continuassem a cuidar da Nora da terra e diz nunca ter duvidado que esse trabalho, seja feito por quem for, vai ser continuado quando deixar de o conseguir fazer.

José António Lopes, nasceu a 5 de Junho de 1942, filho de Joaquim António Lopes, dos Mourões, e de Encarnação Luísa, de Famalicão, e irmão de Joaquim, Júlia, Anselmo, Alice e Artur. “Nascido, baptizado, crismado e casado nas Cortes”, como costuma dizer sempre.


Leia esta notícia completa na edição em papel do JORNAL DAS CORTES n.º362, de Janeiro de 2017. 


 


29792767_1768087753230593_4511477263111290880_n.jpg

Agenda de eventos

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Abril:

- Terrenos estão a ser limpos

- Serões literários ou a literatura

- Semana de leitura na Casa-Museu

- "As aventuras de Leo e a Pura Energia"

- "Uma história da Imprensa de Leiria

- Interclubes a caminho da final

- Grota atrai turistas

 

E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

geometriadomovelweb.jpg