Nov2018 Manuel

 

Tem escrito
uma história de vida que provavelmente poucos conhecem.
À frente dos
destinos do
Grupo de Famalicão,
Manuel Clemente trabalha em moldes, adora Karaté e já trabalhou na noite.

__________________________

Rui Cordeiro
Patrícia Carreira Gonçalves

 

Aos quatro anos foi para França. “E gostava bastante daquilo”, esclarece logo. Jogava à bola, delirava com as brincadeiras na neve, ia à escola e ajudava o pai nos diversos trabalhos que tinha. No entanto, era quando vinha a Portugal de férias que tinha a liberdade toda, encontrava os amigos e podia ir para o rio: “era uma festa para a canalha”, confessa a rir. “Lá fiz o curso de torneiro, que dá a equivalência ao 9.º ano e ainda trabalhei”, conta. Manuel Vieira Clemente regressava pouco depois, aos 17 anos, para a terra que o viu nascer e de onde não voltou a sair: Famalicão. Nascido a 23 de Julho de 1962, filho de Manuel Clemente e Maria Vieira tem duas irmãs, a Amália e a Rosairita.
“Os meus pais quiseram vir embora e eu quis vir para Portugal, claro, porque vinha com a ideia que tinha de Portugal nas férias… Mas, se calhar, nos primeiros anos arrependi-me”, explica. 

 


"Rostos com História" completo na edição em papel do JORNAL DAS CORTES n.º372, de Novembro de 2018.

 


 


capa-dezembro.jpg

Agenda de eventos

_

Assine o Jornal das Cortes AQUI!

Por apenas 15€ por mês (nacional) ou 25€ (estrangeiro)

Descubra mais na edição em papel do mês de Novembro:

- ASSISTE | Peça de teatro “Nós e os outros”

- IGREJA | Fundo paroquial angaria fundos

- 9 anos de N’ASA

- Banda Catraia de parabéns

 E muito mais! Assine o Jornal das Cortes e receba todos os meses, em primeira mão, o melhor da freguesia.

m_tenda.jpg